OS FILMES ESTÃO LIBERADOS PARA SEREM ASSISTIDOS NO VK.COM - mas vc terá que se cadastrar na rede social russa - DIVIRTA-SE...

terça-feira, 24 de agosto de 2010

Discernir é entender a essência, é diferenciar...

"O rosto enganador deve ocultar o que o falso coração sabe".

(William Shakespeare)







Com as palavras de Shakespeare faço as minhas observações.

É salutar a importância do caráter organizacional e dos objetivos do evento recentemente acontecido em São Paulo que aliás, infelizmente tomei conhecimento apenas após o encerramento. Na verdade estou me referindo ao 1º Encontro de Blogueiros Progressistas.

O que vem a ser "Progressista" no sentido amplo da terminologia? 

O termo Progressista é utilizado para designar aqueles que são favoráveis a mudanças mesmo com prejuízo da conservação da tradição e das leis.

O progressista não é um radical pelas mudanças, e de fato, as busca com alguma prudência. Entretanto, o progressista está disposto a colocar em risco a tradição por entender que as mudanças são mais importantes do que manter o que existe.

Neste verbete, utilizamos a palavra progresso como sinônimo de mudança. Isto pode gerar uma certa confusão. De fato o progressista, é a favor da mudança e nem sempre esta resulta em alguma melhora.

Ao utilizar a palavra progresso, inevitavelmente sugerimos que o progressista está em defesa da melhoria. Intencionalmente isto é verdade, mas na prática é comum que as mudanças gerem retrocessos. Progredir é também um dos objetivos do revolucionário e do conservador.

Um progressista vai geralmente se posicionar:

•em parte contra as tradições morais – pois geralmente atrasam o progresso da sociedade e por isso devem ser encaradas como contingentes.

As tradições não devem ser fator limitante do progresso que trabalha em prol do bem estar das pessoas. Alguns exemplos emblemáticos das posições progressistas em relação às tradições são:

1.Plenamente a favor do divórcio e segundo casamento.

2.A favor união civil entre pessoas do mesmo sexo e em alguns casos a favor do casamento homossexual.

3.Poucas restrições a conteúdos pornográficos nos canais de mídia.

4.Pais e filhos têm de construir uma relação de amizade onde ambas as partes negociam as suas prioridades e necessidades e aprendem um com o outro.

•a favor de mudanças significativas das leis – para um progressista as leis devem ser respeitadas em parte, pois cada caso é um caso. Existem leis justas e injustas e aquelas que são injustas não precisam ser seguidas.

Resumindo, um progressista é quem é a favor de mudanças em detrimento da tradição. Obviamente que existirão formas diversas de progressismo, dependendo das posições individuais de cada um. É muito comum que pessoas religiosas sejam mais firmes nas posições morais do que nas legais, e vice-versa, pessoas não-religiosas mais firmes nas legais que morais.

Obs1: Quando o progressismo é radical, chamamos a pessoa de revolucionária. O revolucionário defende uma “virada de mesa” nas tradições, nas leis e no estado.

Voltando ao eixo da questão, vale lembrar da importância do 1º Encontro de Blogueiros Progressistas.



Ora, não entra na minha cabeça que ser progressista é sinônimo de xenófobismo e anti-semitismo.

Não deixaria jamais de levantar esta lebre por conta da participação do blogueiro Tijoladas do Mosquito (estou omitindo o nome do proprietário) neste encontro promovido pelo Centro de Estudos da Midia Alternativa "Barão de Itararé"

O blogueiro em questão é um xenófobo e anti-semita assumido. Embora transite com desenvoltura por várias instâncias do poder e da propria mídia oficial e alternativa, o blogueiro se apega ao desenvolvimento de  um "nicho mercadológico" criado pelo método fascista de achincalhamento sistemático de seus alvos/vítimas de um pressuposto "O que acuso é" e finisch. Bem, na prática é uma atitude fascista com objetivos financeiros e de promoção pessoal. Recentemente incorreu novamente na questão ao publicar o caso do estupro envolvendo menores, o seguinte: "branco" "cheiroso" "rico" "judeu" enfim, tirando a condição social do menor infrator, fica evidente o racismo e o anti-semitismo do blogueiro.

 Cá com meus botões fico pensando: O Centro de Estudos da Midia Alternativa surge aqui no estado com a participação do tal blogueiro denominado de progressista com cunho xenófobo e anti-semita. Na verdade também, nasce com as mãos sujas do falso moralismo provocado pela confusão ideológica do blogueiro.

Seria este o objetivo do CMA? É obvio que não, sendo assim, é preciso ficar claro também que em meio a esta caminhada para o florescimento e o fortalecimento da midia alternativa, temos de ficar atentos para este verme antisemita que nasce aqui no Estado de Santa Catarina no bojo desta luta justa e oportuna.

O Centro de Estudos da Midia Alternativa deixa bem claro o seu caráter apartidário e o seu comprometimento com o setor alternativo das informações e, pela democratização dos meios, da liberdade de expressão e de opinião. Então, não vamos confundir com crimes virtuais que são frontais a este entendimento e objetivo.

Vou fazer todo o possivel para participar do 1º ECABLOG (Encontro Catarinense de Blogueiros) acho que é isso.

Fora o anti-semitismo!
Fora a xenofobia blogueira.
Viva a liberdade de expressão.

Fontes de consulta:

http://baraodeitarare.org.br/
http://www.pensador.info/falso_moralismo/
http://www.vigilanciademocratica.org/