OS FILMES ESTÃO LIBERADOS PARA SEREM ASSISTIDOS NO VK.COM - mas vc terá que se cadastrar na rede social russa - DIVIRTA-SE...

quarta-feira, 21 de outubro de 2015

HÁ QUATRO ANOS DO ASSASSINATO DE KADAFFI PELA OTAN E SEUS “REBELDES”: NÃO PERMITIREMOS QUE O IMPERIALISMO FAÇA DA SÍRIA UMA “NOVA LÍBIA” MERGULHADA NA BARBÁRIE CAPITALISTA


Foto de Antonio Sombra.

Exatamente há quatro anos, no dia 20 de outubro de 2011, tombava em combate o coronel Muamar Kafaffi resistindo à ofensiva por terra dos “rebeldes” apoiados pelos bombardeios da OTAN na Líbia pelo ar.Em sua homenagem reproduzimos abaixo o artigo histórico lançado pelo BLOG da LBI poucas horas depois da morte do dirigente líbio. As imagens filmadas dos últimos momentos de vida de Kadaffi mostram o combatente capturado na mão dos “rebeldes”, sendo sumariamente executado após exigir o direito universalmente constituído de um prisioneiro de guerra.

A mídia burguesa e os revisionistas do trotskismo (LIT, UIT) em êxtase logo disseram na época que não teria sido a OTAN a responsável pela morte de Kadaffi, mas sim os próprios “bravos rebeldes” já que as imagens não mostram nenhum destacamento da aliança ocidental em ação.

Imaginem que um comboio de quase 200 homens armados sob o comando de Kadaffi poderia ter sido capturado por poucas dezenas de “rebeldes” bêbados e ainda por cima só ter restado como prisioneiro unicamente Kadaffi e seu filho Mutassim. 

Na verdade, o comboio militar em que se encontrava o coronel Kadaffi buscava se reposicionar nos arredores de Sirte, na tentativa de aliviar os pesados bombardeios dos caças da OTAN que já duravam quase dois meses ininterruptos, castigando impiedosamente toda a população civil. 

Nesta manobra tática o comboio foi duramente atingindo por mísseis de alta precisão da OTAN, obrigando os combatentes a se entrincheirarem fora dos carros, travando uma encarniçada batalha contra as tropas em terra da OTAN e seus “rebeldes”, que durou várias horas. 

Em franca desvantagem bélica e possivelmente já com pouca munição, as forças da resistência, reduzidas a cerca de 80 combatentes, foram capturadas, sendo entregues aos bêbados “rebeldes” que trataram de trazer para si o mérito do linchamento covarde, como num passe de mágica onde encontraram Kadaffi escondido em um bueiro. 

Passados quatro anos, a destruição de todos os monumentos anti-imperialistas na Líbia, um símbolo da era Kadaffi pelos “rebeldes” que usaram uma bandeira monarquista e se vestiam com camisetas e bonés com símbolos ianques, foram um péssimo presságio da etapa que estamos atravessando que tem a Síria e a Ucrânia como seu alvo atual. 

Episódios similares assistimos na destruição das estátuas de Lenin, na época da queda contrarrevolucionária da URSS, quando se abriu um período de reação em toda linha. 

A vanguarda da classe operária deve abstrair todas as ácidas lições da atual etapa histórica, onde o proletariado mundial acumula uma série de graves derrotas em função da ausência de uma direção genuinamente revolucionária. Por esta razão, apoiamos a frente única entre Putin-Assad na Síria para que não façam deste país uma “nova” Líbia. 

Lembremos que em 2011 os falsários do leninismo que hoje se dizem "defensores da Síria" como o PCO e um apêndice seu, uma tal "Liga", integravam um "Comitê Antiimperialista" com a CST e O Trabalho, os mais canalhas revisionistas apoiadores dos "rebeldes", chegando a votar contra nossa proposta de se estabelecer uma frente única com Kadaffi para derrotar da OTAN e seus "rebeldes" mercenários, opondo-se a lutar pela vitória militar da Líbia. 

Diante desta farsa flagrante, nos retiramos deste engodo e denunciamos publicamente este comitê que de antiimperialista não tinha nada! Honrando a resistência que Kadaffi empreendeu antes de ser morto, a LBI se posta neste campo militar e político para fortalecer a luta anti-imperialista e contra seus “rebeldes” pró-OTAN (cinicamente apresentados como revolucionários pelos revisionistas do trotskismo). 

Nesta trincheira de combate internacionalista forjamos a construção de uma alternativa revolucionária para os trabalhadores que vá além de suas direções burguesas! http://lbi-qi.blogspot.com.br/