OS FILMES ESTÃO LIBERADOS PARA SEREM ASSISTIDOS NO VK.COM - mas vc terá que se cadastrar na rede social russa - DIVIRTA-SE...

quarta-feira, 17 de setembro de 2014

O controverso dono do apê de Marina "cara de santinha" e "vontade de ódio"...

Valle é o do meio. Foto do Facebook da RVM, uma das empresas dele. 
Por Miguel do Rosário

Agora a Marina Silva vai chorar como nunca. Vai falar que é mentira, boato, baixaria. Vai convocar milhares de coxinhas para rebaterem as supostas inverdades. Vai querer censurar os blogs. Mas não posso fazer nada. Tenho que informar aos leitores, sempre trazendo documentos e links.

Desde o início achei estranho que Marina Silva se hospedasse no apartamento de um milionário como Carlos Henrique Ribeiro do Valle.
Não quero demonizar ninguém. Como jornalista, já entrevistei muitos fazendeiros e empresários. Tem gente boa e honesta em todos os setores. Eu achei estranho porque não combinava com Marina, ou assim eu supunha, ingenuamente.

O dono do apartamento é proprietário de um grupo, o RVM, que possui vários postos de gasolina; uma distribuidora de combustível (Petronac); e fazendas em Minas, Mato Grosso e Pará (segundo a Folha). É filiado ao DEM, o partido mais à direita do espectro político. Nada menos ambientalista e menos “nova política”.

A troco de que um sujeito com esse perfil emprestaria, de graça, um apartamento à Marina Silva?

Essa é uma pergunta que não posso responder. Mas fui pesquisar sobre o homem e suas empresas. E descobri que ele, a Petronac, e um de seus postos, o Saema Auto Posto, foram condenados pelo Tribunal Regional Federal da 3ª Região por adulteração de combustível. Segundo a Polícia Federal, vários postos situados em Minas Gerais, abastecidos pela Petronac, adulteravam combustível.

A decisão judicial, em última instância, sem mais direito à apelação, está aquiA Petronac também foi acusada de fraudar uma licitação em Marília, interior de São Paulo. Um dos documentos do Tribunal de Contas de SP pode ser baixado aquiA Petronac tem uma briga constante contra a Petrobrás para avançar mais no setor de distribuição de combustível. As duas disputam licitações para fornecer combustível a prefeituras, Brasil a fora.

Provavelmente é por isso ele apoia Marina, porque a Petrobrás atrapalha a sua vida. Ele tem razões pessoais para odiar o monopólio do petróleo.
As invenctivas de Marina contra a Petrobrás devem soar como música aos ouvidos de Carlos Henrique Ribeiro do Valle.

É seu direito democrático pensar assim. Assim como é emprestar seu apartamento à Marina. Mas é também direito democrático fundamental do brasileiro conhecer melhor em quem irá votar. Como o candidato ganha a vida? Como mora?

Já sabemos que o instituto Marina, que sustenta a candidata, recebeu R$ 1 milhão de Neca Setúbal, herdeira do Itaú, ou 83% de todo o valor arrecadado pelo instituto nos últimos anos. 

Depois fomos informados que Marina Silva mora no apartamento de um dono de postos de combustível e fazendeiro, cujas  empresas respondem processos por adulteração de combustível e fraude em licitações.
Essa é a “nova política”.