OS FILMES ESTÃO LIBERADOS PARA SEREM ASSISTIDOS NO VK.COM - mas vc terá que se cadastrar na rede social russa - DIVIRTA-SE...

terça-feira, 5 de fevereiro de 2013

Blog “Somos todos Palestinos” confirma o que a LBI já denunciava: Militante “rebelde” síria patrocinada pelo PSTU/LIT é agente da CIA!


Por Liga Bolchevique Internacionalista

O Blog “Somos Todos Palestinos”, impulsionado pelo Comitê de Solidariedade a luta do povo palestino do Rio de Janeiro e outras entidades reconhecidas por sua larga trajetória de luta anti-imperialista, responsável por realizar várias atividades internacionalistas de denúncia à agressão das potências capitalistas contra a Palestina, Líbia, Síria e Irã, entre elas o ato político que a LBI ajudou a convocar em novembro de 2011 na capital fluminense, acaba de confirmar o que denunciávamos desde o ano passado: a militante “rebelde” síria patrocinada pelo PSTU/LIT, Sara Al Suri, é agente da CIA! 

No artigo intitulado “Na Trincheira do inimigo” (30/01) os companheiros afirmam textualmente que “Ao mesmo tempo em que PRESTA HOMENAGEM ÀS FORÇAS FEMININAS DA IDF - Exército de Israel - em um vídeo intitulado ‘Quem não gosta das mulheres da IDF’ o site ‘Military.com.’ das FORÇAS ARMADAS DOS EUA, ELOGIA SARA AL SURI, que se reivindica ativista síria” 

http://somostodospalestinos.blogspot.com.br/2013/01/na-trincheira-do-inimigo.html



Logo abaixo da denúncia, o blog postou a foto de Sara Al Suri junto de uma imagem da campanha de recrutamento do exército dos EUA (ver foto). Trata-se de um fato gravíssimo que ultrapassa a fronteira de classe e que exige uma resposta categórica de toda a esquerda que se reivindica anti-imperialista, já que estamos diante de uma reconhecida agente do imperialismo sendo apresentada como “revolucionária” pelo PSTU-LIT. 

A afirmação do Blog “Somos Todos Palestinos” reforça plenamente a denúncia que fizemos ainda em novembro de 2012, quando a LBI publicou o artigo intitulado “Enclave terrorista de Israel ataca a Síria após 40 anos da rapina de Golã. 



Enquanto isto, no Brasil, o PSTU promove jornada de debates com militante “rebelde” pró-sionista” em que declaramos: “As palavras e os atos de Israel mostram claramente o apoio da máquina de guerra sionista aos ‘rebeldes’ pró-imperialistas, colocando os revisionistas do trotskismo, como a LIT, no mesmo campo político e militar dos carniceiros nazi-sionistas Netanyahu e Ehud Barak! Não por acaso, enquanto Israel ataca a Síria, o PSTU promove no Brasil uma ‘jornada de debates’ com a militante ‘rebelde’ pró-sionista Sara Al Suri, que defende junto com Israel e os (muy) ‘amigos da Síria’ patrocinados pela víbora madame Clinton, a queda da ‘ditadura sanguinária’ de Bashar Al Assad!”





No mesmo texto, o Blog “Somos Todos Palestinos” critica abertamente o PSTU/LIT ao afirmar que: “No Brasil, uma dessas organizações abriu espaço em seu sítio e nos sindicatos no qual dirige para uma suposta ‘rebelde’ síria. 



Uma mulher chamada Sara Al Suri que conta uma estória redondinha, a mesma que lemos no Globo.



 Essa mulher tem um espaço na mídia que o companheiro Latuf, militante da causa palestina, não tem; ou mesmo os grupos da comunidade síria identificados com a luta antimperialista e antisionista em seu país, não tem... 






Ela surge no Brasil pronta e preparada para dar entrevistas e fazer discursos redondinhos sobre a importância de apoiarmos os mercenários que querem destruir o Estado laico da Síria e transformá-lo num domínio do grupo pró-sionista chamado Irmandade Muçulmana. 

E, ainda afirma que se a Síria for destruída e o governo anti-imperialista cair, isso facilitará a vitória da Palestina Livre!!!???... 

O fato grave não é tanto o surgimento dessa mulher e sua estorinha redondinha isso faz parte da luta de classes, mas o mais grave é que um grupo de esquerda, no Brasil, não está somente apoiando politicamente a estratégia imperialista, com esta atitude, está promovendo a manipulação direta das massas, em unidade de ação com o imperialismo/sionismo. 

Não é a VEJA que está levando uma agente ‘humanitária’ a manipular nosso povo, é um partido de esquerda”. De fato, o exemplo citado pelos companheiros confirma o alto grau de corrupção política e material do PSTU-LIT, como em diversos artigos e debates a LBI denunciou.


O Blog “Somos Todos Palestinos” colocou um debate ainda mais profundo e crucial para a esquerda marxista revolucionária, uma discussão central que a LBI já vinha insistindo. 

Os companheiros declaram que “As posições políticas alinhadas com o imperialismo não podem mais ser tratadas como diferenças táticas, a crise com os valores marxistas/leninistas de certos setores da esquerda mundial está tomando proporções assustadoras e criminosas, que afetam a correlação de forças na luta de classe, na medida que manipula um setor importante da vanguarda e da juventude com suas posições contaminadas pelo inimigo, e afetam, sobremaneira, a prática da solidariedade internacionalista à luta dos povos oprimidos contra o capital e o imperialismo. 

Em particular, afeta, no Oriente, sobretudo, à luta pela Palestina Livre”. Não é demais lembrar que a LBI em artigo intitulado “As ‘provas’ de como a LIT vende seus serviços ao imperialismo ianque na Síria” (05/01/12) acusou publicamente o ILAESE, “instituto” sindical ligado a LIT, de receber uma “pontinha” do Departamento de Estado dos EUA para, desde a trincheira da “esquerda”, apoiar a política de “transição democrática” conservadora da Casa Branca no Oriente Médio, usando como cortina de fumaça o apoio dos cretinos morenistas à fantasiosa “revolução árabe” na região.


Neste momento de profunda polarização na Síria os elementos “probatórios” começavam a ficar mais claros! 

Agora, essas verdadeiras confissões políticas estão mais do que evidentes não só nas pérolas que a LIT e seu “instituto” vem escrevendo, mas sobretudo no fato de o PSTU patrocinar uma agente da CIA, fazendo palestras com ela nos sindicatos que controla!!! Tal conduta escandalosa ocorre justamente porque a LIT defende a unidade tática com a OTAN contra Assad. 

No artigo intitulado “Síria e a desastrosa missão da Liga Árabe” (sítio PSTU, 02/01/12) chama atenção que a LIT declare textualmente, reproduzindo as informações das agências de notícias comandadas pela CIA e o Pentágono que “a entidade de direitos humanos Human Rights Watch (HRW) acusou as autoridades sírias de transferirem centenas de presos para instalações militares inacessíveis aos observadores da Liga Árabe.


 Muitos destes presos estão escondidos em centros de detenção e até em contêineres carregados em navios no mar e correm o risco de serem executados”.

 Não é novidade para ninguém que a HRW, especialista em condenar Cuba é a mesma ONG que emitiu relatórios que serviram como pretexto para a intervenção militar “humanitária” da OTAN na Líbia, é apresentada como fonte segura e confiável pelos morenistas. 

Só quem recebe alguma “gorjeta” para isso pode reproduzir uma informação descaradamente falsa, um factoide midiático ao estilo dos “bombardeios de Kadaffi contra a população indefesa”, comprovadamente inexistentes, mas divulgados como verdade pela HRW, a Fox News, a CNN e a... LIT!




Mas não param por aí as “provas” de que a LIT está prestando serviço para o império, fato agora reforçado com fotos de Sara Al Suri e matérias elogiosas a ela no site das forças armadas ianques!!! 

Está explicado porque esta corrente escreve fartas e generosas linhas defendendo os mercenários do “Exército livre da Síria” (FSA em inglês) pintando esse grupo que atua sob a coordenação da Turquia, Arábia Saudita, do Mossad e da própria CIA como uma força revolucionária “libertadora”: “Os batalhões FSA também atuam como forças de defesa nos bairros de oposição ao governo, guardando as ruas, enquanto os protestos ocorrem. 



A maior concentração dessas forças parece estar na região central (Homs, Hama, e zonas circundantes)” (sítio PSTU, 02/01/12). 

Uma corrente política que defende abertamente as forças financiadas e armadas pelo imperialismo em conjunto com seus aliados regionais sionistas só pode ser denunciada como agente do Pentágono, ainda mais agora que trouxe para o Brasil uma agente direta do imperialismo! 

Existe outro “qualificativo” para tal conduta venal e corrompida? Achamos sinceramente que até para os mais cautelosos que “equívoco” ou “miopia política” já não cabem para caracterizar tamanha calhordice dessa política contrarrevolucionária da LIT, afinal de contas cremos que travamos um debate no terreno do materialismo dialético!

Para os (poucos) que ainda acreditam que se trata “apenas” de um “desvio político” da LIT e não de uma clara corrupção política e material, os morenistas ainda pedem que a OTAN e seus satélites do Conselho de Cooperação do Golfo (CGC) armem o FSA e intervenha militarmente na Síria. 

Vamos citar o trecho do artigo em que esta corrente faz rasgados elogios ao bando mercenário, pontuando suas “necessidades” militares para derrubar Assad. O porta-voz da LIT nos relata que “Como são soldados desertores, lhes falta cobertura aérea... 

Pedem à comunidade internacional armas para que possam combater e proteger o povo sírio. Aparentemente, somente os combatentes líbios responderam a este chamado. Há informações que os líbios estão fornecendo dinheiro, armas e treinamento da FSA”. 

Para o bom entendedor meia palavra basta, mas aqui a LIT faz questão de ser clara: torna as demandas do FSA sua própria política pedindo uma “cobertura aérea” em seu auxílio, eufemismo que significa bombardeios dos caças da OTAN ou de aliados regionais para apoiar as ações por terra da oposição de direita. 


Também reivindica que a “comunidade internacional”, leia-se o imperialismo, lhes remeta armas o mais rápido possível, o que já vem fazendo como é reconhecido publicamente por Obama! 

Não por acaso, a LIT registra que os “ex-rebeldes” líbios do CNT, armados até os dentes em sua caçada covarde aos combatentes de Kadaffi, pelas potências capitalistas e depois de concluída sua missão macabra agora estão ajudando os seus “companheiros” sírios a fazerem o mesmo com o governo da oligarquia Assad!


 Como se vê, trata-se de um apoio explícito aos planos traçados nos sinistros gabinetes da Casa Branca, um verdadeiro recibo político a quem servem os morenistas! 


O fato do PSTU-LIT patrocinar uma agente da CIA não deixa margem para dúvidas de que esta corrente ultrapassou o rubicão de classe, devendo ser duramente combatida pelos marxistas revolucionários!