OS FILMES ESTÃO LIBERADOS PARA SEREM ASSISTIDOS NO VK.COM - mas vc terá que se cadastrar na rede social russa - DIVIRTA-SE...

quarta-feira, 5 de agosto de 2015

Teologia da Libertação implode o Partido dos Trabalhadores!!!



É lamentável! Dói de verdade mesmo, ver um ex guerrilheiro do mais alto nível de operacionalidade revolucionária, passar por uma situação dessas. Existe um culpado por esta situação que envolve o PT e suas principais lideranças que, na boa mesmo, não alimento simpatias, apenas respeito por sua história passada. 




Trata-se da Teologia da Libertação - Ala progressista da Igreja Católica, que desde a Conferência Episcopal Latino americana que foi realizada na cidade de Puebla no México, no ano de 1972, fez sua opção pelos pobres, na verdade, baseada na estratégia gramscista para a implantação do socialismo. Mas vamos analisar de forma resumida:  

Qual pais do mundo implantou o socialismo pela via capitalista da revolução passiva? Titica de nenhum...

 Onde a Teologia da Mentira enfia as mãos e palpita, vira destruição (sic). É assim nas questões indígenas, da terra, da moradia e do Estado láico. A meta e a estratégia é: Destruir culturas, tradições e religiões, dividir a sociedade em suas problemáticas para logo a seguir surgir com soluções, transformando a sociedade como um todo, num imenso laboratório social, onde o drama maior quem paga são os mais pobres.

Não há a menor possibilidade de o gramscismo converter-se em vitória sobre os escombros sociais. Dúvidas? Vejam então o que ocorre na Argentina, na Venezuela e no próprio Brasil. Os índices de homicídios, da violência e da corrupção caminham lado a lado, destruindo famílias, a moral, a ética, instituições e lideranças sociais. José Dirceu e o PT estão provando do próprio veneno. E a Igreja Católica vai sobreviver?... 


Também não há qualquer possibilidade de vitória com a chamada revolução passiva, tendo como base a hegemonia dentro da estratégia gramscista, senão pela ação direta, e vem ai a versão petista da lei antiterror. Do ponto de vista, estratégico e organicamente militar revolucionário - vide Exercito vermelho/Trotsky, o socialismo só se concretiza com a derrota do exercito da burguesia... Mas, será que os movimentos sociais seriam capazes de impor esta derrota? Não, não seriam capazes por dois motivos simplificados: O desarmamento popular ocorrido, e a doutrinação curricular existentes nos CPORs, NPORs, na ESG, e por último na AMAN. Será que os gramscistas petistas e os integrantes católicos da Teologia da Libertação acreditam insanamente na cooptação das forças armadas neste projeto gramscista de revolução passiva?




A CNBB que na verdade é apenas uma ONG (de católicos excomungados), passa a imagem de representante da igreja católica, quando na verdade é um núcleo político gramscista. 

Antonio Gramsci era marxista, mas nunca foi revolucionário. Companheiro de Leon Trotsky na III Internacional, elaborou suas teses na contra mão da revolucão russa de 1917. Enquanto os bolcheviques pegam em armas, os gramscistas vivem de 171 e de covardias. .. 

Os ensinamentos de Lênin nos diz que devemos ser solidários aos interesses vitais dos trabalhadores, mas isso não significa perdermos o foco do objetivo final que é a revolução socialista e o Estado proletário...




- Pensa num partido esfarelado e a deriva...