OS FILMES ESTÃO LIBERADOS PARA SEREM ASSISTIDOS NO VK.COM - mas vc terá que se cadastrar na rede social russa - DIVIRTA-SE...

quinta-feira, 3 de junho de 2010

Polícia psicopata a serviço do capital!

Chutes, ponta-pé, pescoção, gás de pimenta, soco inglês, balas de borracha, cacetadas por todo o corpo, ofensas de todos os tipos e tiros de descargas elétricas, é o quadro social vivido pelos estudantes de Santa Catarina que são arrastados pelas ruas e calçadas como animais. Meninos e meninas de 15, 16, 17 ou pouco mais, agredidos barbaramente por uma polícia psicopata e enraivecida a serviço do capital e sob o comando do Ten. Cel. PM Newton Ramlow.

Estudante não é bandido, estudante é o futuro do Brasil.

A psicopatia e a soberba há muito tempo andam povoando a mente do aparato de segurança publica em Santa Catarina, mas este fato também é extensivo a outras polícias deste país.

Nunca se viu tanta barbárie, incompetência e atentados violentíssimos aos direitos humanos e a democracia, como neste período que estamos vivendo sob a égide do governo corrupto, e lesa-pátria de Lula da Silva. O Brasil é réu condenado na Corte Interamericana de Direitos Humanos e, acusado de violações pela Anistia Internacional.

Os atentados com a "TOGA" da legalidade fajuta e fascista passou a se radicalizar pela sinalização ideológica do STF que perdeu a sua imparcialidade e assumiu uma condição ideológica na contra mão do direito. Eis aí Brasil afora, as agressões e as violações sofridas pela população do norte ao sul do país. Nas cadeias, nas comunidades de periferia e no campo, e a impunidade rola solta como troféu a ser exibido.

A invasão da UDESC e as constantes agressões de estudantes e professores é um sintoma desta patologia fascista que afeta integrantes do aparelho de segurança do estado. Imagine homens truculentos, fortemente armados e enraivecidos agredindo meninas e meninos de 15, 16,17 anos ou pouco mais?

As agressões são diárias, constantes e violentas. Meninos e meninas levando socos, ponta-pé, pescoções, chutes em qualquer parte do corpo, são arrastados pelas ruas e pelas calçadas. Perseguidos e algemados são jogados dentro de camburões. São usados pistolas choque/elétricas, gases pimenta, socos inglês etc.

Estudante não é bandido, estudante é o futuro do Brasil.

Na verdade, é o desvirtuamento da função policial a serviço de lideranças políticas comprometidas com o saque do erário público. É preciso uma forte ação da OAB e da sociedade civil organizada para dar um basta nesta truculência, porque o Ministério Público está às cegas (sic) comungando passivamente com estas barbáries.

Fora a repressão, basta de violências!

Estudantes, avançar na luta até a vitória. Passe Livre já